7 de set de 2010

Como calcular os custos de produção - Custos e Despesas (Passo 4)

+A -A +/-

Este é o passo 4 de 10 o qual apresentaremos algumas dicas de como calcular os custos de produção em sua empresa. Usaremos como exemplo fictício um case industrial e a empresa escolhida é do ramo avícola.

Neste passo aprenderemos na prática como fazer a separação entre custos e despesas. Veremos também como identificar os departamentos de produção e serviços, listar  suas principais atividades e fazer a devida correlação aos grupos de gastos.

Primeiro, alguns conceitos básicos.

Qual a diferença entre Gasto, Despesa e Custo?


Gasto – o sacrifício financeiro gerado pela aquisição de um bem ou serviço é denominado um gasto, portanto, tanto o custo como a despesa podem ser classificados como um gasto.

Despesa – é todo gasto que se dá após a produção de um determinado bem ou serviço, que é o produto final. O dispêndio com transporte, venda, administração, por exemplo, é considerado uma despesa. Todo produto vendido e todo serviço realizado provoca despesas.

Custo – é um gasto relacionado a um bem ou serviço utilizado de forma direta ou indireta na produção de outros bens ou serviços. Esse gasto só é reconhecido como custo no momento da utilização (consumo) dessa matéria-prima (física ou intangível).

Em síntese: se o recurso produtivo (mão-de-obra, matéria prima, energia, etc) for consumido antes que o produto estiver acabado e pronto para a venda, então, o classificaremos como custo. Se esse recurso for consumido após o produto estar acabado e pronto para a venda, então será uma despesa.


Fazendo a separação entre custos e despesas


Veja abaixo algumas informações a respeito da estrutura organizacional da Granja Pint-G.



Na imagem acima está a divisão departamental da empresa em estudo. A departamentalização da empresa é útil não só à prática de fazer a separação entre custos e despesas mas também ao cálculo dos custos de produção de forma geral.

A separação entre custos e despesas poderá ser divida em três etapas: 
  1. Identificação dos departamentos de produção e departamentos de serviços;
  2. Listar as atividades correspondentes a cada departamento;
  3. Listar todas as contas de gastos e associá-las a cada atividade ou diretamente ao departamento classificando-as em custo ou despesa. 
Departamentos de produção – são aqueles que atuam de forma direta aos produtos, modificando-os.
Departamento de serviço – são unidades de apoio que atuam de forma indireta e executam serviços auxiliares aos departamentos de produção.
Na figura abaixo vemos representadas as etapas 1 (identificação e divisão dos departamentos) e 2 (alistamento das atividades).



Como abordamos na postagem Como calcular os custos de produção - Sistema de Custeio (Passo 3), não faremos a alocação dos custos às atividades, e sim aos departamentos e aos produtos. Entretanto, a enumeração das principais atividades como fizemos na figura acima facilita o trabalho de relacionar cada custo/despesa ao seu departamento correspondente.

Dicas (etapa 3): (1) Os gastos relacionados aos departamentos genuinamente de produção quase sempre serão custos (matéria-prima, mão-de-obra, etc); (2) Quanto ao departamento de serviços, todavia, os gastos podem funcionar ora como custo ora como despesa (mat. de expediente, manutenção, etc). Isso se dá porque o dep. de serviços trabalha tanto para ele mesmo quanto para o dep. de produção.       

Outra dica: Conhecer profundamente a estrutura organizacional e produtiva da empresa é fundamental pra se obter êxito na implementação de um plano de custos.

Ir para o próximo passo (ou navegue pelo menu no topo da postagem).


João N

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leia também...