11 de jan de 2011

Como calcular os custos de produção - Custos diretos (Passo 6)

+A -A +/-

Este é o passo 6 de 10 o qual apresentaremos algumas dicas de como calcular os custos de produção em sua empresa. Usaremos como exemplo fictício um case industrial e a empresa escolhida é do ramo avícola.

Neste passo mostraremos como fazer a alocação dos custos diretos de produção. Veremos na prática como fazer a apropriação dos custos diretos aos departamentos e aos produtos.


Conforme foi visto na postagem Como calcular os custos de produção - Sistema de Custeio, utilizaremos uma espécie de custeio misto cujos custos serão apropriados primeiramente aos departamentos de produção da empresa e depois aos produtos. 

Coleta de dados: Granja Pint-G
                                                                                                                      figura 1             
Faturamento mensal:
$ 1.000.000,00
Produtos acabados Abatedouro









Aviário
Frango Inteiro Congelado
Cortes
    Peito
    Coxa
    Sobrecoxa
    Asa
    Miúdos
    Filé de Peito
Carcaça

Frango Vivo
Capacidade total de produção Abatedouro

10.500 kg/dia
Capacidade total de alojamento de aves Aviário 600 mil aves (distribuídos em 20 galpões)
Número de funcionários por dep. (total: 130 func.) Produção
    Abatedouro
    Aviário
    Fab. Ração

Serviços
    Administração
    Vendas
    Refeitório
    Almoxarifado
    Manutenção

 59
 40
 04


 10
 10
 03
 02
 02

A tabela abaixo (fig. 2) contém a relação de todos os gastos (conta por conta) referente a um mês escolhido aleatoriamente. Esses dados servirão de base para o sistema de custos em nosso estudo de caso.



Alocando os custos diretos aos departamentos


A apropriação dos custos diretos (e indiretos) aos departamentos de Produção (e Serviços) é de grande importância para o planejamento e controle de custos em uma organização. Embora o objetivo final do sistema de custos de produção seja avaliar o estoque de produtos acabados, saber o valor dos custos individualizados por departamento é também essencial para o processo decisório nas empresas.

Na postagem Como calcular os custos de produção - Custos e Despesas foi mostrada a estrutura departamental da empresa. Vimos que a divisão em Departamentos de Produção e Departamentos de Serviços é muito importante para a implementação de um sistema de custos.

Em nosso caso específico essa divisão departamental foi feita da seguinte forma:
PRODUÇÃO - Aviário, Fábrica de Ração e Abatedouro;
SERVIÇOS - Administração, Manutenção, Refeitório e Almoxarifado.

Do valor total de gastos ($ 838.209,82), conforme mostrado na fig. 2, $ 530.269,63 representa o valor dos custos diretos. Veja fig. 3 abaixo.



Para encontrar (filtrar) o valor dos custos diretos ($ 530.269,63),  utilizamos as seguintes ferramentas:

Requisições do controle de estoque - para Embalagens, Material Direto e Matéria Prima;
Sistema RH da empresa - para Encargos Trabalhistas, Férias / 13o Salário, Mão de Obra Direta e Vale Transporte;
Sistema de Contas a Pagar da empresa - Exames Médicos e
Controle de estoque da matéria-prima que originou o frete - Frete de Fornecedores.

Cada um dos departamentos de Produção (Abatedouro, Aviário e Fabrica de Ração) "consumiu" determinada quantidade de recursos cujos valores estão detalhados por Conta (Embalagens, Mão de Obra, Material Direto, etc.) conforme mostra a fig. 4 abaixo. É importante salientar que somente os departamentos de Produção possuem custos diretos.


Como já vimos na postagem Como calcular os custos de produção - Classificação dos Custos, os Custos Primários são aqueles originados no próprio departamento e os Custos Secundários correspondem aos custos transferidos de outros departamentos.

Na tabela abaixo (fig. 5) estão os custos diretos devidamente distribuídos aos seus departamentos de produção.



Alocando os custos diretos aos produtos


A alocação dos custos aos produtos segue o mesmo princípio da alocação aos departamentos. Veja a tabela abaixo.


Podemos observar três coisas na tabela Apropriação dos Custos Diretos aos Produtos (fig. 6 acima): (1) a distribuição dos custos por produto, (2) a quantidade total produzida de cada produto e (3) os seus respectivos custos unitários.  Para achar o custo unitário por produto dividimos a valor do seu custo pela quantidade produzida.

Obs.: Voltando à fig. 4, observamos que 312.000 kg corresponde à quantidade total de frangos vivos disponíveis no Aviário prontos para o abate. Só que nem todo este frango foi abatido. Foi deduzido a quantidade de 67.262 kg de frango vivo que foi deixado no estoque para venda, como podemos verificar na fig. 5 acima. Para acharmos o custo total do produto Frango Vivo, especificamente no nosso case, multiplicamos 67.262 por 1,5010, que é custo unitário deste produto obtido por meio da tabela Apropriação dos Custos Diretos aos Produtos (fig. 4).

Na próxima postagem estaremos aprendendo como fazer a apropriação dos custos indiretos.

Ir para o próximo passo (ou navegue pelo menu no topo da postagem).
João N 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leia também...