15 de jun de 2010

Meu próprio negócio: investimento inicial (parte 2)

+A -A +/-

O empreendedor está prestes a assumir o papel de protagonista nessa história que se inicia no mundo real dos negócios: a sua empresa. A pré-estréia é marcada por um dos grandes dilemas que lhe surge que é a decisão de investir no capital de giro (Ativo Circulante) ou no capital imobilizado (Ativo Permanente). Essa situação conflitante é o que se chama na ciência econômica, de trade-off. Descreveremos cada opção de investimento de forma suscinta e depois analisaremos cada situação.

Para aqueles que estão menos afinados com os conceitos de gestão financeira, o capital de giro representa a disponibidade de recursos que dentro do Balanço Patrimonial, como já vimos na parte 1, são as contas de maior liquidez - caixa e bancos, estoques e duplicatas a receber.

Perambulando por alguns fóruns na internet vi muitos questionamentos sobre se se deve ou não iniciar um empreendimento sem capital de giro. Existem, com certeza, aqueles que se aventurem pelas estradas do mundo empresarial em um automóvel sem combustível, todavia, deixemos essa discussão para outro momento.

O capital de giro é o responsável direto pelo financiamento do ciclo operacional da empresa. Veja abaixo a figura que mostra o ciclo operacional de uma empresa industrial.
Na outra figura que se segue está representado o ciclo de caixa da empresa, que está compreendido entre o momento da necessidade do desembolso financeiro (pagamentos) e o efetivo recebimento das vendas. Este ciclo é também chamado de ciclo financeiro. Para obtermos melhor clareza do assunto, daremos um exemplo fictício de um empreendimento que está prestes a iniciar suas operações com uma disponibilidade de R$ 8.000,00 para investir.

Demonstraremos duas situações distintas: em uma, priorizaremos o capital de giro como destino do capital e, na outra, priorizaremos o capital imobilizado.
clique na imagem para ampliar

Nesta situação, conforme está ilustrada na figura acima, podemos constatar que o capital inicial dado (R$ 8.000,00) foi suficiente para suprir as necessidades de capital de giro da empresa. É importante observar que, embora a demanda total do giro (R$10.000,00) correspondente a necessidade total de recursos para financiamento do ciclo operacional tenha sido maior, as vendas à vista (R$ 2.000,00) puderam cobrir o déficit de caixa.

Note que as vendas com recebimentos futuros (R$ 9.000,00) só se efetivarão, como normalmente acontece, após realizadas as sangrias de caixa equivalentes às obrigações com fornecedores e colaboradores, cujo fluxo de caixa seria deficitário caso não fosse a injeção inicial de recursos no Circulante. A partir dessa primeira situação percebemos a importância de iniciar um empreendimento com capital de giro.

Na situação 2 dispomos também de R$ 8.000,00 para dá o pontapé inicial, entretanto, o rateio desse capital será dado de forma distinta da situação 1. Ao invés de priorizar o capital de giro, decidiremos por “imobilizar” a maior parte desse capital inicial. A decisão de investir no imobilizado (compra de máquinas) com pagamento imediato, como nesse exemplo, implicou sacrificar mais de 60% (R$ 5.000,00) do recurso financeiro disponível, minguando assim, o capital de giro. Esse déficit provocará um desequilíbrio entre recebimentos e pagamentos.

Essa carência (R$ 5.000,00) poderá ser suprida de várias formas, como empréstimos, antecipação de recebíveis, negociação de maiores prazos com fornecedores, etc., tendo como fator comum entre elas, o juro .

É importante salientar que o fato de darmos maior ênfase ao capital de giro, não significa que a aquisição, por exemplo, de máquinas e equipamentos seja irrelevante para o processo operacional da empresa. Pelo contrário! Elas são peças essenciais. O que está em pauta, nesse caso, é a sua forma de pagamento. Juros de financiamento (longo prazo) são, proporcionalmente, mais baratos que os juros de empréstimo de curto prazo.

Voltemos, portanto, a nossa pergunta inicial – onde investir? Administrar é tomar decisões, buscando maior assertividade; complementarmente, gerir finanças é decidir entre diferentes alternativas de investimento e/ou financiamento: ou na ânsia pelo maior retorno possível, ou na busca pela menor perda possível. Através desses exemplos, creio eu, podemos verificar a importância do capital de giro para o desempenho operacional e estratégico da empresa.

Lembre-se sempre de uma coisa: o sangue (dinheiro) que corre na veia (ciclo operacional) do seu corpo (empresa) é capaz de lhe garantir a vida (LIQUIDEZ). Liquidez... essa é a palavra. Conceito: “capacidade de cumprir as obrigações de curto prazo à medida que vencem” (Gitman). Gitman diz ainda em seu livro (Princípios de Administração Financeira) que “uma liquidez baixa ou declinante é um precursor comum de dificuldades financeiras e falência”.
João N

12 comentários:

  1. DICA PARA VISUALIZAÇÃO DE IMAGENS
    dê um clique na imagem e você poderá visualizá-la em um tamanho maior e mais legível.

    ResponderExcluir
  2. Ola joao......
    voce sabe me dizer quanto eu tenho que vender para melhorar a minha empresa...se poder me ajudar Deus o abençoe......

    ResponderExcluir
  3. Veja bem... o volume de vendas necessário para que a empresa cresça deve ser aquele que seja suficiente para cobrir seus custos e despesas operacionais e ainda haja sobra.
    O primeiro passo é saber o Ponto de Equilíbrio da empresa. O próprio conceito de Ponto de Equilíbrio Financeiro já responde a sua pergunta. O P.E.F. corresponde à quantidade de produtos que precisa ser vendido, que gere uma receita tal que seja capaz de cobrir seus custos e despesas, ou seja, que equilibra a balança. O valor das vendas que exceder seus custos e despesas será o seu LUCRO. Esse cara é que vai “garantir” a melhoria da empresa , pois para se desenvolver ela precisará de investimentos, e o lucro é uma das principais fontes de recursos financeiros para o negócio.
    Voltando a sua pergunta... qual o valor ideal de vendas para crescer? A conta é simples, veja o exemplo.
    Custos – R$ 100,00
    Despesas – R$ 50,00
    Total custos/despesas – R$ 150,00
    PEF – R$ 150,00
    Valor ideal para crescimento - maior que R$ 150,00

    Obrigado pela participação,

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. João muito obrigado,hoje já vou colocar em pratica.valeu mesmo vc me ajudou muito que Deus o abençoe.exclui a msg antiga porque estava errada..

    ResponderExcluir
  6. João Bom dia... Desculpa esta te pertubando,mais sera que vc poderia me da mais uma ajuda.se nao de nao tem problema não. preciso saber como calcular a meta de vendas por produto.estou tbm procurando pela net mais não to encontrando nao...mais uma vez eu te agradeço.Deus o abençoe..ha estou divulgando seu blog e uma bençao,que DEus te de sabedoria hj e sempre..........a paz

    ResponderExcluir
  7. Bom dia,essa pergunta do dia 18 ja deu certo ok.obrigadoooooo. sera que vc teria planilha de projeção de vendas..se nao for pedir demais.bom dia DEus abençoe....

    ResponderExcluir
  8. Patrícia, bom dia!
    Que bom que deu certo!
    Quanto a planilha de vendas e também a meta de vendas que me pediu, verei se consigo pra você.

    ResponderExcluir
  9. Muito Obrigado,João Que Deus abençoe vc.Fico no aguardo....

    ResponderExcluir
  10. João como faço para fazer entrar na parte de downloads.quando eu entro pede conta e senha não entendo.vc ainda nao tem as planilhas nao.se tiver alguma de financeiro e vendas sobre projeçao pode mandar. bom dia e obrigado

    ResponderExcluir
  11. Paty,
    A planilha de projeção de vendas já está disponível em downloads.
    Algumas obs, na hora fazer uma projeção de vendas:
    Um orçamento de vendas (projeção) deve ser feito com base no pior cenário econômico prospectado, porém, deve-se cobrar do setor de vendas pelo melhor cenário exigindo dele o maior esforço de vendas. Isso é muito importante. Qualquer dúvida sobre o uso/entendimento da planilha é só falar.

    ResponderExcluir
  12. Bom dia,João muito obrigado,hj mesmo ja estarei usando a planilha.caso vc tenha planilha de faturamento,planilha de financeiro e poder postar agradeço.que Deus abençoe vc.bom dia........

    ResponderExcluir

Leia também...