9 de jun de 2009

Importância e objetivo da administração financeira (parte 2)

+A -A +/-

Como havíamos dito, vamos falar sobre as três áreas fundamentais que constituem a essência da administração financeira que são investimento, operações e financiamento.

Você que possui seu negócio próprio e injetou determinada quantia de dinheiro nas veias da empresa, espera, logicamente, um retorno considerável, ou seja, rendimento maior que as aplicações convencionais disponíveis no mercado, sobre este capital investido. 

Qual é a garantia que isso realmente acontecerá?

Resposta - o sucesso contínuo do negócio. A viabilidade desse sucesso será tangível se, e somente se, as atividades operacionais (operações) da empresa forem eficientemente administradas de forma a obter determinado volume de lucros e assim, remunerar as expectativas dos sócios. Gestores financeiros! Não se esqueçam disso.

Aproveitando a “deixa”, acabamos de citar duas fontes importantes de financiamento: sócios (capital inicial e novas aplicações) e lucro. O reinvestimento dos lucros é uma das principais fontes de fundos para a organização. A empresa também pode procurar no mercado (capital de terceiros) as melhores alternativas de financiamento, quando necessário, ou optar por capital próprio.A opção pela compra a prazo de determinada matéria-prima ou produto, por exemplo, é uma decisão de financiamento de capital terceirizado.

E por último, o item investimento. “O investimento é a força motriz básica da atividade empresarial” (Helfert, 2000). A decisão de investimento deve ser tomada a partir de uma análise competente das proposições, e vale lembrar que a viabilidade de um investimento é avaliada pela sua capacidade de, com o passar do tempo, recuperar e aumentar os recursos comprometidos.

Bem, devido à extensão e importância desse assunto, pretendo postar sobre cada um (investimento, operações e financiamento) separadamente. Então, até lá!

João N

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leia também...