19 de abr de 2016

Como funciona o Crédito Rotativo (CROT)

Crédito Rotativo, Crot

O Crédito Rotativo (CROT) está entre as linhas de crédito mais utilizadas, sejam pelas pessoas físicas ou empresas. Os juros desta modalidade de empréstimo estão entre os mais caros do mercado. Nesta postagem você vai encontrar o que é CROT, suas principais características, vantagens, desvantagens, além de outras dicas interessantes para fugir de possíveis armadilhas (...)

O que é Crédito Rotativo?


O CROT (Crédito Rotativo) é uma modalidade de empréstimo cujo valor é disponibilizado pelo banco mediante limite previamente definido em um contrato de abertura de crédito.

Ele funciona como um empréstimo de emergência para o cliente. Devido a sua facilidade de utilização, ser pré-aprovado e pelo fato de poder ser usado de forma automática, ele está entre as causas mais comuns de endividamento.

Principais características do crédito rotativo


  • Os juros e IOF incidem sobre o saldo devedor do empréstimo;
  • O limite de crédito disponível diminui à medida em que vai sendo utilizado e aumenta conforme vai sendo pago;
  • O crédito pode ser usado de forma repetida, por isso é chamado de rotativo;
  • Esse tipo de crédito é oferecido tanto para pessoas físicas quanto jurídicas.

CROT - para você


Quais as formas mais utilizadas de crédito rotativo para pessoas físicas?

R. O limite do Cheque Especial e o Cartão de Crédito estão entre os principais tipos de produtos de crédito rotativo.

As compras em estabelecimentos comerciais é a única maneira de se utilizar o limite do cartão de crédito?

R. Não. O limite do CROT do cartão de crédito pode ser disponibilizado de duas formas: (1) para realização de compras e (2) também para saques em especie. Estes saques geralmente são feitos somente em terminais de autoatendimento e de apenas parte do limite único.

. DICA: Alguns bancos oferecem isenção da cobrança de juros para aqueles clientes que usarem o limite do cheque especial por determinado número de dias. O Banco do Brasil, por exemplo (pelo menos até a data da publicação desta postagem) concede uma carência de 10 dias para utilização do cheque especial sem cobrança de juros.

CROT - para sua empresa


Quais as formas mais utilizadas de crédito rotativo para pessoas jurídicas?

R. Os tipos mais comuns de crédito rotativo para empresas são limite de Cheque Especial, Cartão de Crédito Empresarial e Desconto de Recebíveis.

Existe alguma diferença do Cheque Especial e Cartão de Crédito para empresas em relação à pessoa física?

R. O Cheque Especial e Cartão de Crédito para empresas possuem características similares aos de pessoa física, mas há algumas peculiaridades na modalidade PJ. A vinculação de garantias nos contratos de empresas, por exemplo, pode resultar em maiores limites de crédito e taxas de juros mais baixas.

O que são operações de Desconto de Recebíveis?

R. As operações de Desconto de Recebíveis são empréstimos (CROT) tomados pelas empresas com a intenção de suprir necessidades emergenciais de capital de giro. Mediante contrato específico, o banco efetua a antecipação de valores de títulos de crédito ((cheques, duplicatas, vendas com cartão, etc) a vencer.

Prós e contras do crédito rotativo


Rapidez na liberação dos recursos;
Acesso facilitado (terminais de autoatendimento, central de atendimento e internet banking);
Teto rotativo: possibilita a reutilização dos valores amortizados;

Os juros estão entre os mais altos do mercado;
O uso desordenado pode gerar um endividamento progressivo;
Principal gerador da tarifa de tarifa de adiantamento a depositantes.

F I Q U E D E O L H O 
O utilização do limite do cheque especial está entre os principais motivos da cobrança da famigerada tarifa de adiantamento a depositantes.

Os seguintes assuntos podem lhe interessar também: Entenda o que é a tarifa de adiantamento a depositantes e Saiba mais sobre Pacote de Serviços Bancários

[você sabia?] QUE, quando você paga o “mínimo” da fatura do cartão, você está usando o limite do CROT? Ao pagar o valor mínimo, o saldo restante é automaticamente lançado para a fatura do mês seguinte mediante a cobrança de juros.

Espero que essas dicas tenham sido úteis para você! Caso tenha ficado alguma dúvida, deixe seu comentário!

João N

Nenhum comentário:

Postar um comentário